Governança

 

logo

A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) foi criada em 1987, com a missão de definir, coordenar e executar políticas e diretrizes nas áreas da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Atualmente, possui o quarto maior orçamento entre as secretarias estaduais. Seus principais programas são: Universidade Sem Fronteiras; Excelência no Ensino Superior Estadual, Paraná Inovador; e Redes de Pesquisa e Inovação.

Na busca de um processo de contínuo desenvolvimento, a SETI  tem investido no aprimoramento das universidades estaduais por meio de programas e projetos estratégicos de governo e de interesse da sociedade, bem como no fomento das atividades da área de ciência, tecnologia e inovação.

Fazem parte da SETI os seguintes órgãos: Unidade Gestora do Fundo Paraná (UGF); Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR); Instituto Tecnológico SIMEPAR; e 7 instituições estaduais de ensino superior (IEES) distribuídas por todas as regiões do Estado. Atualmente, cerca de 122 mil estudantes estão regularmente matriculados nas IEES. São 333 cursos de graduação, 209 cursos de especialização, 128 mestrados e 54 doutorados. Nesse sistema, atuam oito mil docentes (90% com Mestrado e Doutorado) e 8.600 agentes universitários.

 

logo

 

O âmbito da ação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano compreende a integração com entidades e programas federais para coordenação e articulação dos interesses do Estado e de municípios quanto à obtenção de recursos e de apoio técnico especializado e  a formulação da política de desenvolvimento urbano do Estado e a assistência técnica abrangente às municipalidades e associações de municípios em relação ao desenvolvimento e aprimoramento de seus serviços e solução de seus problemas comuns.

Com objetivo de definir as políticas, o planejamento, a execução, a coordenação e o controle das atividades ligadas ao desenvolvimento urbano e regional, incluindo as aglomerações urbanas do meio rural, além de integrar os municípios, a fim de ordenar o pleno desenvolvimento das cidades e garantir o bem-estar dos habitantes.

Criado em 1940, o Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR) é considerado um centro de excelência e referência nacional em pesquisa, desenvolvimento, produção e prestação de serviços nas áreas de bioenergia, imunobiológicos, antígenos e química fina, principalmente. A modernização de seu padrão tecnológico, bem como a diversificação de suas linhas de produção, os avanços na área da biologia molecular e do biodiesel; a ampliação e difusão dos serviços de tecnologias sociais e industriais básicas (metrologia, ensaios e certificação); e a expansão e consolidação de suas atividades de extensão tecnológica às pequenas e médias empresas paranaenses estão entre as principais conquistas do instituto nos últimos anos.

 

 

A Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) é a entidade de representação da indústria paranaense. Criada em agosto de 1944, a Fiep coordena, protege e representa legalmente as diversas empresas do setor industrial no Estado. Como resultado da associação de sindicatos empresariais, a Fiep atua juntamente com Sesi, Senai e IEL formando o Sistema Fiep, de forma a apoiar com produtos e serviços o parque industrial do Paraná e contribuir para seu desenvolvimento dentro e fora do Brasil.

 

 

Criada em 1994, a A Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) é uma instituição que reúne seis universidades estaduais do Paraná e as faculdades do Estado que estão se agrupando em torno da nova Universidade Estadual do Paraná (Unespar) – Embap (Curitiba), Fafipa (Paranavaí), Fafipar (Paranaguá), Fafiuv (União da Vitória), FAP (Curitiba), Fecea (Apucarana) e Fecilcam (Campo Mourão). As universidades são a Unicentro, UEPG, Unioeste, Uenp, UEL e UEM.

 

logo_apd

 

A APD nasceu para atender o Estado do Paraná e tem em sua missão promover o desenvolvimento econômico e social do Estado, seja através da atração de investimentos e de novas empresas à região, seja através do apoio aos municípios e aos empresários. A consequência de seu trabalho é a geração de empregos e renda, a otimização de recursos energéticos e a modernização tecnológica.

 

 

 

A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná é uma organização privada de interesse público. Seus projetos são desenvolvidos a partir de três grandes eixos: Fomento à Pesquisa Científica e Tecnológica; Verticalização do Ensino Superior e Formação de Pesquisadores; e Disseminação Científica e Tecnológica.

Suas ações são operacionalizadas por meio de chamadas públicas de projetos e avaliação de mérito científico feita por pares. Esse trabalho se dá mediante estreita relação com as instituições de ensino superior federais, estaduais, municipais e privadas sem fins lucrativos e com institutos de pesquisa.

 

 

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada sem fins lucrativos. É um agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, criado para dar apoio aos pequenos negócios de todo o país. Desde 1972, trabalha para estimular o empreendedorismo e possibilitar a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos de micro e pequeno porte.

 

 

A Federação da Agricultura do Estado do Paraná-FAEP tem como objetivo institucional o estudo, a coordenação, defesa e representação legal da categoria econômica rural, tal como agricultura e pecuária, buscando soluções para as questões relacionadas aos interesses econômicos, sociais e ambientais do produtor.

 

 

A Fomento Paraná é uma instituição financeira de economia mista organizada sob a forma de sociedade anônima de capital fechado com capital social majoritariamente pertencente ao Estado do Paraná.

Trabalhando em sintonia com a política estadual de desenvolvimento regional, a Fomento Paraná tem por finalidade fornecer apoio financeiro para iniciativas de modernização e ampliação das atividades de pequenas e médias empresas e micro e pequenos empreendedores, do campo ou da cidade, de forma a estimular a geração de emprego e renda no estado. A empresa busca também impulsionar o desenvolvimento de negócios na área de inovação e tecnologia, concedendo crédito a empresas de base tecnológica, inclusive as que passam por incubadoras.

 

 

Fundada em 1959, a Faciap – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná representa hoje 290 associações comerciais e um universo de mais de 50 mil empresas em todo o Estado. A entidade é uma das maiores instituições do sistema no Brasil, com atuação em 75% dos municípios paranaenses. Como entidade representativa do empresariado, tem sido porta-voz de seus anseios junto aos governos municipal, estadual e federal, além de entidades privadas que interferem na ação das empresas.